Pages

13 janeiro 2009

CORPO E ALMA





Histórico
Em 1968 após ter vencido o concurso musical promovido pela Rádio Colonial de Três de Maio - RS, o conjunto Jazz Sabiá se profissionaliza formando o grupo musical Montreal, tendo como fundadores: Ireno Eichelbrger (Piston), Danilo Eichelbrger (Contra baixo), Wili Graebin (Sax), Victor Procknow (Piston e Trompete), João Jorge Balz (Guitarra), José Balz (Teclado) e Walter Bricnkmann (Bateria).
Este grupo gravou o primeiro disco (vinil) do Corpo e Alma pela gravadora Riograndense de Porto Alegre. Mas este nome (Montreal) teria curta duração porque em 1971 após uma turnê, o grupo se reuniu com o professor e filósofo Pedro Ivo Dapper que apresentou uma proposta para mudar o nome e as características da banda, surgia então o Grupo Corpo e Alma.
Logo após estas mudanças o grupo grava seu segundo disco (vinil) pela extinta gravadora Mericler no qual várias músicas tiveram destaque nas rádios da região. No terceiro disco do grupo, todo orquestrado, percebem-se as influências de orquestras famosas como as de Ray Conniff e Paul Moriartt. Em 1983 o grupo grava seu quarto disco no qual se destacam músicas como: "Já Dissemos adeus" e "Sábado", que vem lançado pela gravadora Acit de Caxias do Sul, com a qual o Corpo e Alma continuou gravando até o CD Vol. 13 (1996).
Em 1997, quando o grupo apresentou uma proposta inovadora para a gravadora, a mesma negou todo e qualquer tipo de investimento ao grupo. Após ouvir a música "Aquela dos Olhos Negros" o empresário Angenor Nicolau da gravadora Faixa Nobre demonstrou grande interesse em contratar o grupo para gravar o CD Vol. 14. Com o contrato recendido Corpo e Alma e Faixa Nobre se uniram com um só propósito: VENCER. Foi exatamente isso que aconteceu, o CD Vol.14 vendeu 45.000 cópias.
Em dezembro de 1999 chega as lojas o CD Vol. 15 no qual o grupo gravou duas faixas ao vivo "Aquela dos Olhos Negros" e "Nosso Amor Terminou" CD este que em seis meses vendeu 60.000 cópias.
No ano de 2001, Corpo e Alma gravou um CD que consiste de regravações de músicas que marcam a juventude e as histórias dos anos 70. No ano de 2002, atualmente o grupo está concluindo um novo trabalho, o qual deseja apresentar aos amigos e fãs em breve.
Nessa trajetória de 31 anos, Corpo e Alma têm estado em muitos lugares onde pode contar com a felicidade de conquistar muitos amigos. E graças a esses "fãs e amigos do peito" Corpo e Alma é um grupo que cresce cada vez mais.
São 31 anos de história, projetos e sonhos. Ao longo desses anos, muitos profissionais e músicos participaram da efetivação desses sonhos. A eles, que engrandecem o grupo, nosso reconhecimento.
DISCOGRAFIA:

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails